18 de ago de 2014

Colher Frutos... Lazer... Exemplo...

Elias Fernandéz foi bolsista na Bibesef e seguiu seu caminho profissional após conclusão do curso de Ed. Física. Ele deixou saudades no setor, mas também as levou devido sua convivência diária na biblioteca.  Criativo, ele presenteou as bibliotecárias Naila e Cíntia com personagens infantis. As notícias abaixo foram retiradas dos posts no Facebook das colegas. Parabéns Elias!
 
 
Professor cria repertório de personagens em sala de aula
Elias Fernández se caracteriza de diversas formas para ensinar as crianças


Elias Casemiro Dutra Fernandéz, professor de educação física da Creche Municipal Vicentina Maria da Costa Laurindo, localizada na Vargem Pequena (SC), entra na pele de personagens em sala de aula. O objetivo é atrair a atenção das crianças e ensiná-las de forma diferente e divertida.

Um de seus personagens é a bibliotecário Juscelino, que visita a criançada para incentivar a leitura entre os pequenos. Já o militar Alceu de Deus coloca a garotada para se mexer e conversar sobre a importância de se fazer exercícios físicos.

Elias foi um dos vencedores da 2ª Edição do Prêmio Professor Nota Dez, realizado pela Secretaria Municipal de Educação, com o projeto “Estimulando o movimento”. Nele, Elias entrou na pele de dezoito personagens para estimular o desenvolvimento motor das crianças. O Homem Aranha, por exemplo, apareceu de surpresa quando as crianças aprendiam a música “Dona Aranha” e as ensinou a passar por uma teia feita de elásticos.

O projeto foi conciliado com outras atividades da unidade. O personagem “Edenir da Horta” surgiu para incentivar o consumo de frutas e legumes e uma alimentação colorida, balanceada e saudável. Já na pele de um cientista, o professor ensinou as crianças sobre a formação de cores através da mistura de tintas.
  
Tão importante quanto ler para uma criança é deixá-la manipular os livros, mesmo sem ter domínio da linguagem escrita, e permitir que a criatividade e o encantamento extravasem através da imaginação e observação das gravuras...

Com este pensamento, recebemos hoje na
Creche Vicentina a Bibliotecária Naila Lomando, que veio mostrar os cuidados de conservação dos nossos amigos livros e também contar algumas histórias para as crianças de todos os grupos.

Naila catalogou os livros e os organizou na prateleira do refeitório e convidou os pequenos a escolherem de acordo com o interesse um livro para lerem pelo espaço, no tapete, mesas e almofadas, em grupo ou individualmente...

Após a leitura, a Bibliotecária pediu que as crianças não devolvessem os livros para a estante, mas os colocassem na caixa coletora, para serem organizados depois.

Porque lugar de livro não deve ser em gavetas ou armário inacessíveis... E sim nas mãos e na vida de quem tiver sede, de cultura, de magia e de conhecimento.

Homenagem a querida amiga Naila Touguinha Lomando e a todos que fizeram parte de uma importante parte da minha vida acadêmica, como bolsista na Biblioteca da ESEF/UFRGS
, Ivone Job, Cintia Cibele,(bibliotecária e  agente ambiental ESEF)
 
Depois de muito ver e ouvir sobre o lixo todo e visitar a Estação de Tratamento de Lixo, hora de aprender na prática a importância da reciclagem!

Assim, os grupos 5 e 6A receberam a visita de outra funcionária da Comcap, Cintia Cibele, ou Cibele como gostava de ser chamada...

Cibele buscou um grande saco de lixo com as crianças, próximo ao portão da Creche Vicentina. Dentro dele, muitos materiais misturados... Coisas recicláveis, materiais orgânicos e ainda o rejeito, este que não tem jeito!

Já na sala, todos colaboraram observando e classificando os objetos e os depositando na caixa correta... Cibele ensinou que para um objeto ser reciclado deve estar primeiramente limpo.

Separamos vidros, metais, plásticos e papéis. Os papéis sujos com gordura, comida e até cocô são rejeitos, não podem ser aproveitados. Cascas de frutas e verduras podem ser reutilizadas também na fabricação de adubo.

Então colocamos as cascas de laranja na composteira e prometemos a Cibele que vamos conscientizar nossas famílias sobre a importância da correta separação do lixo para o planeta!
 

Licenciatura em Dança/UFRGS - Nota 5

A equipe da biblioteca participa,  com alegria, a notícia de que o Curso de Licenciatura em Dança atingiu a nota máxima na avaliação realizada pelo MEC. Destaques para o projeto político-pedagógico e corpo docente, ambas nota 5. A biblioteca recebeu a nota mais alta na dimensão de infra-estrutura, o que garantiu a nota máxima na avaliação. Diversidade no acervo e serviços prestados foram elogiados pelas avaliadoras.

Participe da pesquisa Jovem e Consumo Midiático

Rede Brasil Conectado, um grupo de pesquisadores de todos os 26 estados brasileiros, mais o Distrito Federal, coordenada pela profa. Nilda Jacks (UFRGS), realiza a Pesquisa Nacional Jovem e Consumo Midiático em tempos de convergência que pretende mapear os usos dos meios de comunicação, com ênfase nos ambientes digitais. Queremos comparar os dados das diferentes regiões do país para conhecer a diversidade das realidades brasileiras. 

Para tanto, precisamos reunir milhares de respostas de jovens de todo o país. O questionário deve ser respondido por jovens entre 18 a 24 anos. Participe! 
 
Para responder acesse: www.redebrasilconectado.com.br